Buscar

Odontologia e os homens


Já foi comprovado em estudos que as mulheres cuidam mais da sua saúde bucal, tanto nas atividades diárias, a exemplo do uso do fio dental, quanto nas rotinas de cuidados, como visitas periódicas ao dentista e realização dos tratamentos necessários.

Com isso, elas possuem menor incidência de placa bacteriana dental, cálculo e sangramento nas gengivas, sintomas relacionados com a doença periodontal.

O que muitos não sabem é que, muitas vezes, esta doença não apresenta sinais. Por isso, muitos homens acabam negligenciando a sua saúde bucal e as visitas ao consultório odontológico.

As doenças periodontais atacam logo abaixo da linha da gengiva, no sulco, onde fazem com que a ligação entre o dente e seus tecidos de suporte se rompa. Conforme os tecidos são danificados, o sulco se transforma numa bolsa e geralmente, quanto mais severa a doença, mais profunda a bolsa.

É importante ficar de olho na sua boca. Caso seja verificado algum dos sintomas abaixo, procure o seu dentista:

  • gengiva vermelha, inchada ou sensível;

  • gengiva afastada dos dentes;

  • mau hálito persistente ou gosto ruim;

  • dentes permanentes que estão com mobilidade ou se separando;

  • alterações na maneira como os dentes se encaixam ao morder ou qualquer alteração no encaixe de próteses parciais (pontes móveis ou fixas apoiadas sobre dentes).

Além disso, os homens costumam ter maior propensão ao câncer de boca, pois consomem mais bebidas alcoólicas e cigarros. Estes dois hábitos, juntos ou separados, aumentam o risco de lesões cancerígenas na boca. Os principais sintomas são:

  • feridas que não cicatrizam em uma semana;

  • ulcerações indolores que podem sangrar;

  • manchas esbranquiçadas ou avermelhadas nos lábios ou na mucosa bucal.

Mais uma vez, o cirurgião-dentista tem um papel fundamental no diagnóstico e no tratamento que, quanto antes ocorrerem, melhores serão os resultados.

Em contrapartida, durante toda a vida, os homens sofrem menos com problemas bucais do que as mulheres. Isso se deve ao fato de as mulheres sofrerem grandes alterações hormonais ao longo da vida, como o período de menstruação e da menopausa. Além disso, durante a gestação, a mulher fica mais suscetível a outras doenças bucais, como a gengivite e o granuloma, pelo aumento da progesterona.

Para uma boca saudável, independente do sexo, é importante a avaliação de um dentista, que vai analisar o biótipo da sua boca, assim como os pontos de atenção e os tratamentos necessários. Além disso, este profissional vai fornecer a melhor orientação quanto aos cuidados diários necessários para a prevenção dos problemas mais comuns.

Para começar com esses novos hábitos, consulte um de nossos profissionais.

#dicasecuidados #odontologia #odontologiapreventiva #ortodontia #odontologiaehomens #dentistasemmoema #dentistasemsp #visiteseudentista #atualleclínicaintegrada #gengivite #periodontia

97 visualizações