Buscar

Nutrição e odontologia


Tomando como base o famoso ditado “A saúde começa pela boca”, hoje queremos falar sobre a relação entre nutrição e saúde bucal. Uma alimentação saudável contribui para o bem-estar geral, inclusive para a saúde bucal, pois há vários nutrientes presentes em alimentos que são capazes de conservar os e manter os dentes fortes e saudáveis.

O primeiro ponto é entendermos a classificação dos grupos de alimentos e suas principais atuações:

Construtores:

Estão ligados diretamente no crescimento e no restabelecimento dos tecidos.

São eles: carnes brancas e vermelhas, leite e seus derivados, feijão, ervilha, soja e ovos.

Energéticos:

Como o próprio nome diz, são os responsáveis pela energia que precisamos para realizarmos todas tarefas do dia.

São eles: óleo, manteiga, margarina, açúcar, mel, pão, biscoito, doces, arroz, macarrão, milho, batata, mandioca e farinhas.

Regulares:

Regulam o funcionamento do corpo, previnem doenças como gripes e resfriados e ajudam na digestão.

Bons exemplos são os alimentos que possuem as vitaminas A, B, C, D, E, K e os minerais ferro, cálcio, sódio, potássio, zinco. Essas vitaminas e minerais estão presentes nas frutas, verduras e legumes.

A partir disso, separamos algumas dicas de alimentos importantes para manutenção da saúde bucal, confira abaixo:

Cálcio:

Mineral muito importante para a construção e manutenção de ossos e dentes fortes. É capaz de elevar o ph na boca e desta forma, reduzir a exposição dos dentes ao ácido. É encontrado no leite, queijos, iogurte, coalhada, brócolis, couve-manteiga, folhas de beterraba, peixes.

Vitamina A

Vitamina importante para a manutenção e estruturação do esmalte dos dentes. É encontrada nos vegetais verde-escuros como brócolis, couve, espinafre, rúcula e almeirão.

Vitamina B e ferro

Importantes para saúde das gengivas. Encontramos em feijão, lentilha, ervilha, farelo de trigo, arroz integral, alimentos que também são boas fontes de fibras.

Vitamina C

Protege o tecido das gengivas contra lesões e ajuda na cicatrização de ferimentos como o ocasionado pelo fio dental. Presente em frutas como goiaba, laranja, kiwi, acerola e caju. Mas, vale lembrar que frutas cítricas têm pH ácido e é necessário moderação em seu consumo.

Vitamina D

Ajuda na fixação do cálcio. Existe na gema de ovo, peixes, leite e derivados.

Água

Importante para a manutenção da saliva, que ajuda na limpeza e no combate às bactérias que residem na boca.

Além disso, alguns alimentos possuem um papel de detergente, auxiliando na remoção de resíduos, gorduras e bactérias dos dentes. Eles aumentam a produção de saliva, diminuindo a acidez da boca, são ricos em fibras e possuem menos açúcar. Bons exemplos são a maçã, pera, kiwi, melancia, brócolis, acelga, pepino e mamão.

Vale lembrar que alguns alimentos podem ser vilões para a saúde bucal. O açúcar é considerado o dissacarídio mais cariogênico que existe. Ele está presente em doces, balas, chicletes, refrigerantes, sucos industrializados e sorvetes. Estes alimentos provocam a queda do ph que, por sua vez, causa a desmineralização da superfície dentária, aumentando o risco de cárie.

O açúcar é fonte de energia, porém não se faz tão necessário na vida do ser humano, já que pães, arroz, frutas e batatas, presentes no dia a dia em nossa alimentação, também fornecem energia.

Uma boa prevenção bucal associa uma alimentação saudável, boas práticas de higiene com escovações e uso do fio dental e consultas periódicas ao dentista. Clique aqui e marque uma consulta com um de nossos profissionais.

#dicasecuidades #ortodontia #odontologiapreventiva #odonto #clínicaodontológica #odontologia #odontologiaemmoema #odontopediatria #alimentação #saúdebucal #moema #visiteseudentista #dentistasemmoema

230 visualizações